A feijoada e outros contos – o vencedor do concurso do Viva Covilhã

Recomendação de livro vencedora foi da estudante Isabella Gonçalves A estudante de doutoramento em Comunicação

A feijoada e outros contos – o vencedor do concurso do Viva Covilhã
FOTO: Divulgação

Recomendação de livro vencedora foi da estudante Isabella Gonçalves

A estudante de doutoramento em Comunicação Isabella Gonçalves é a vencedora do concurso cultural do Viva Covilhã “Indique um livro e ganhe outro”. A brasileira recomendou a obra “A feijoada e outros contos” do escritor brasileiro Luís Vilela.

O texto está dentro do tamanho solicitado no concurso e apresenta as informações necessárias para apresentação da obra recomendada de uma forma concisa e bem descrita.

Isabella receberá o livro “Fernão de Magalhães e a Ave-do-Paraíso” do escritor covilhanense João Morgado. A entrega ocorrerá nas próximas semanas:

Confira a recomendação vencedora:

‘A feijoada e outros contos’: o poder do cotidiano

‘A feijoada e outros contos’ é um destes livros para serem lidos em uma tacada só. A obra reúne 13 histórias, sendo elas marcados pela oralidade, diálogos inteligentes e por temáticas tão humanas, que qualquer um pode se identificar. Breves, elas comprovam o que o autor sabe fazer com maestria: começar, continuar e terminar um conto. Ora, pode-se dizer que um escritor deve fazer exatamente isto, mas o gênero do conto, na realidade, é um dos mais difíceis de serem escritos, justamente por terem que reunir, em poucas páginas, uma história como um todo e que, ao final, deixa ao leitor um gosto de completude e, ao mesmo tempo, de quero mais. Luiz Vilela faz tudo isso com habilidade. O livro é uma boa pedida para aqueles que apreciam o poder do cotidiano na literatura.

A obra reúne histórias do dia a dia, havendo enredos que poderiam ocorrer com qualquer um, revelando-se, assim, em verdadeiros causos. O primeiro, título do livro, demonstra o prazer singelo de se comer uma feijoada, mas que se desdobra em questões existenciais. Há aquele que narra as aventuras de uma criança, ao pescar. E há, ainda, o humor que se desdobra em uma discussão sobre receber ou não uma visita.

Hoje, Luiz Vilela é um dos principais escritores brasileiros contemporâneos vivos. Brasileiro e nascido em Minas Gerais, ele celebra 77 anos ainda neste mês, mais especificamente no último dia do ano, 31 de dezembro. A escrita do autor se destaca, em especial, por seu eu estilo único, visualizado em contos ágeis e inteligentes. Ademais, outra característica que prevalece é o seu talento para escrever diálogos – algo muito difícil, pode-se dizer. Por isso, o autor inspira textos teatrais, sendo muito apreciado, assim, por dramaturgos.

Giovanni Ramos

Pesquisador de media regionais, atua no jornalismo desde 2005. E-mail: web@redevivacidade.com