ASTA desenvolve trabalho educacional na Grécia

Grupo de teatro covilhanense integra projeto europeu que envolve artes e matemática Imagine utilizar as

ASTA desenvolve trabalho educacional na Grécia
FOTO: Divulgação

Grupo de teatro covilhanense integra projeto europeu que envolve artes e matemática

Imagine utilizar as artes cénicas para ensinar matemática para os alunos do ensino básico e secundário. Pois este é um dos objetivos de um projeto europeu de educação que a ASTA Teatro e Outras Artes participa desde 2018 e que teve um evento na Grécia no mês de outubro. Foi o 15º país onde a ASTA já atuou.

O projeto chama-se TIM (Theatre in Mathematics) e foi desenvolvido pelo grupo em parceria com outras quatro entidades europeias: Centro de Teatro Social e Comunitário da Universidade de Turim (IT), Universidade Ocidental da Noruega de Ciências Aplicadas (NO), Universidade Técnica de Creta (GR) e Centro de Documentação de Promoção de Saúde da Região de Piemonte (IT).

O TIM busca criar uma metodologia de ensino a partir de duas já existentes: o “Mathemart” – Brincando com a matemática nos workshops de teatro e “Process Drama” – mudança de papéis, perspetivas e aspetos da personagem no ensino da matemática.

No evento da Grécia, realizado entre os dias 16 e 25 de outubro, a ASTA foi representada pelo integrante Sérgio Novo. Ele conta que foi a primeira ação do projeto unindo as duas metodologias já existentes e que o resultado junto aos professores e alunos da cidade de Chania, ilha de Creta (GR), foi muito satisfatório. Novo confirma a realização de um evento do projeto em 2020 em Covilhã.

Ações

Aprovado no âmbito do Programa Erasmus+, o projeto TIM será trabalhado até 2021 pelas entidades participantes. Estão previstas ações como o desenvolvimento de um manual metodológico do TIM, a capacitação de professores e a criação de uma plataforma digital de e-learning.

“O objetivo do projeto é formar 400 professores com a nossa metodologia. A plataforma digital também será importante para que outros interessados também possam usar o TIM”, comenta Novo.

Outras ações previstas são a criação de um espetáculo teatral que irá abordar o medo da matemática além da produção de quatro artigos científicos sobre o TIM.

Giovanni Ramos

Pesquisador de media regionais, atua no jornalismo desde 2005. E-mail: web@redevivacidade.com