Covilhã

Autarquia anuncia mora no pagamento de rendas

Inquilinos deverão apresentar plano de pagamento até o final de junho

Autarquia anuncia mora no pagamento de rendas
Câmara Municipal da Covilhã. FOTO: Divulgação.

Serão beneficiários os inquilinos que tenham registado uma redução dos seus rendimentos em resultado da crise procovada pelo Covid-19 e se encontrem com dificuldades para pagar a renda da habitação municipal e de espaços municipais comerciais arrendados ou em regime de locação.

O regime excecional e temporário de mora no pagamento de rendas vigorará até 30 de junho e não vai acarretar qualquer penalização ao inquilino pelo atraso no pagamento. Para beneficiar da presente medida, os requerentes devem contactar a Divisão de Ação Social e Saúde (Tel.: 275 330 648) ou a Divisão de Serviços Jurídicos e de Património (Tel.: 275 330 600) e manifestar a vontade de aderir a esta possibilidade.

De forma a garantir que esta determinação tenha efeitos imediatos, o município não procederá ao débito bancário da cobrança das rendas no decorrer dos meses de abril, maio e junho. No entanto, cada inquilino receberá, por via postal, uma referência de multibanco que possibilitará proceder à liquidação mensal da respetiva renda, caso seja essa a sua opção.

Os inquilinos que não procederem ao pagamento mensal da renda referente aos meses de abril, maio e junho, deverão, até ao final deste último mês, apresentar um plano de pagamento em prestações para solver a divida.

Seguindo decreto do Governo, o município determina igualmente a suspensão imediata de despejos referentes a quaisquer contratos de arrendamento deste tipo.

Aline Grupillo

Jornalista com 20 anos de experiência em jornalismo televisivo no Brasil. E-mail: jornalismo@redevivacidade.com