Morre aos 67 anos o cantor Roberto Leal

O cantor português Roberto Leal morreu nesta madrugada em São Paulo, no Brasil. Roberto estava

Morre aos 67 anos o cantor Roberto Leal
O cantor deixa mulher e três filhos. Entre eles, o músico e produtor Rodrigo Leal. FOTO: divulgação/Site oficial do cantor

O cantor português Roberto Leal morreu nesta madrugada em São Paulo, no Brasil.

Roberto estava internado no Hospital Samaritano. Conforme o Público, o artista lutava há três anos contra um cancro.

José Cesário, ex-secretário de Estado das Comunidades Portuguesas e amigo do cantor, se manifestou sobre a notícia em publicação no Facebook: “Hoje acordamos com um enorme choque. O nosso amigo, grande Português no Brasil e no Mundo, António Joaquim Fernandes, o grande Roberto Leal, acabou de falecer. A tristeza é enorme! Portugal e o Brasil estão de luto”.

Segundo informa o jornal a Folha de São Paulo, o velório do cantor será aberto ao público e será realizado na segunda-feira, das 7h às 14h, horário de Brasília, na Casa de Portugal em São Paulo. O cantor será enterrado às 15h no Cemitério de Congonhas, na Zona Sul da cidade.

Em publicação no Instagram, a Associação Portuguesa de Desportos presta sua homenagem ao cantor: “enlutada, a Associação Portuguesa de Desportos chora a perda do autor do hino atual do Clube, e presta os sentimentos de uma nação inteira pela perda do querido Roberto Leal, imigrante português que adotou o Brasil como sua terra e a Lusa como seu time do coração”.

A notícia também é destaque na imprensa brasileira pela sua relação com o país. Segundo o site oficial do cantor, Roberto Leal nasceu em Portugal, em Trás os Montes, na Aldeia de Vale da Porca, sob o nome de António Joaquim Fernandes. Imigrou para o Brasil em 1962, com os pais e 10 irmãos.

Em São Paulo, após trabalhar como sapateiro, vendedor de doces e feirante, iniciou seu trabalho com a música e teve a sua primeira grande oportunidade em 1970, para gravar um disco na Gravadora R.G.E. Em 1971 inicia sua carreira com a canção Arrebita e neste mesmo ano tem a sua primeira aparição em Televisão no Programa do Chacrinha.

Em 1972 ganha o prêmio de Rei da Juventude Brasileira, do Velho Guerreiro e o importante Troféu Globo de Ouro, da TV Globo, entre inúmeros outros. A partir daí inicia a contagem de 30 Discos de Ouro que iria receber até hoje e 5 Discos de Platina, entre os mais de 500 troféus que compõem sua coleção.

laura