Regulação da internet foi debatida na UBI

Fórum da Governação da Internet ocorreu no começo do mês no Polo Principal Reconquistar a

Regulação da internet foi debatida na UBI
IMAGEM: Divulgação

Fórum da Governação da Internet ocorreu no começo do mês no Polo Principal

Reconquistar a confiança na internet. Um desafio posto para sociedades de todo o mundo que foi o lema da oitava edição da Iniciativa Portuguesa do Fórum da Governação da Internet, congresso realizado no Auditório das Sessões Solenes do Polo Principal da Universidade da Beira Interior no dia 13 de novembro.

As discussões sobre regular estão a crescer em todo o mundo e foram um dos focos principais do evento. Hoje, a Europa já possui uma legislação própria sobre dados, mas Andrea Beccalli, diretor na Icann, entidade de direito privado americana responsável pelos domínios internacionais defende que é preciso ampliar as discussões sobre regulação.

Debate público

Quem deve regular a internet? Os governos nacionais? Países em bloco como a União Europeia ou entidades não governamentais internacionais? O modelo atual, que inclui a participação das empresas, sociedade civil organizada e governos foi criticado pela diretora da FCT, Ana Cristina Neves. Para ela, o sistema atual é problemático porque favorece os gigantes da tecnologia mundial em detrimento dos interesses das sociedades.

Direitos digitais

Além dos governos, as entidades que representam os utilizadores também se preocupam com os rumos da internet. Ricardo Lafuente representou a D3, um associação em defesa dos direitos digitais do cidadão em Portugal. Para ele, a falta de privacidade nos uso dos dados dos utilizadores é um dos grandes problemas da atualidade.

Giovanni Ramos

Pesquisador de media regionais, atua no jornalismo desde 2005. E-mail: web@redevivacidade.com