Assista O Poço neste fim de semana

Confira as dicas para o fim de semana

2 de Abril de 2020
Assista O Poço neste fim de semana

Mais 15 dias de quarentena em Portugal e o Viva Covilhã continua com dicas para o seu fim de semana. Para a 24ª coluna do VivArte, apresentamos o filme do momento, o novo álbum do Pearl Jam e um romance clássico ambientado em uma epidemia.

VER > O Poço (Netflix)

Por Aline Grupillo
Viva Covilhã

A produção é original da Netflix. O filme foi lançado há poucos dias e estava no Top 2 da lista dos mais populares em Portugal até esta quarta-feira. O Poço surpreende os espectadores que se vêem atordoados com tantos sentimentos: surpresa, nojo, pavor. Se tiver estômago para chegar ao final, muito provavelmente irás dormir se perguntando o que exatamente o autor quis dizer.

O longa espanhol foi pensado, inicialmente, para ser uma peça teatral e está classificado como suspense e terror. Se passa em uma prisão de modelo diferente do que estamos acostumados a ver. Trata-se de uma prisão vertical em que os presos são divididos em níveis, dois por piso. Vai do 0 ao 333.

No que consiste o poço?, pergunta o protagonista Goreng. Em se alimentar! Uma plataforma com comida desce gradualmente de nível em nível. Quanto mais fundo se está no poço, menos alimento sobra. E aí está a discussão central do filme. Os problemas decorrentes do capitalismo e da divisão social por “classes”. Em entrevista ao site iHorror, o realizador Galder Gaztelu-Urruti disse que o filme não pretende ensinar nada, mas estimular a reflexão sobre como nos comportaríamos a depender do nível em que estivéssemos.

Forte e crítico ao mesmo tempo, o filme traz ainda à discussão o poder da “mensagem” na criação de consensos capazes de reverter ou estabilizar determinadas situações. À despeito da aproximação dos escritos do filósofo marxista italiano Antônio Gramisci, O Poço tem também um toque de religiosidade às avessas, quando personagens citam textos bíblicos para estimular o canibalismo. Confesso: ainda não estou certa daquilo que penso ter entendido. Só por isso, O Poço parece fazer juz à popularidade!


LER > O Amor nos Tempos de Cólera > Gabriel García Márquez

Por Giovanni Ramos
Viva Covilhã

Durante uma epidemia, um casal se conhece e se apaixona sem ter nenhum contato físico, um relacionamento que surge a distância por troca de mensagens. Não é um romance sobre o Covid-19, mas a história real dos pais do escritor Gabriel García Márquez, que a transformou em ficção no romance O Amor nos Tempos de Cólera.

A obra conta a história de Florentino Ariza, que trabalha com telégrafo e conheceu a sua amada, Fermina, na entrega de correspondências para o pai dela. O pai, ao saber do relacionamento, busca cortar a relação entre os dois, mas Florentino consegue, através das correspondências, sempre manter o contato com Fermina.

Prémio Nobel de Literatura, o escritor colombiano, eternizado por Cem Anos de Solidão, retrata com maestria o drama da sociedade colombiana no início do século XX, acometida por uma epidemia de cólera.


Ouvir – Pearl Jam – Gigaton

Por Giovanni Ramos
Viva Covilhã

Um das maiores bandas do movimento grunge dos anos 90, talvez a maior ainda em atividade, o Pearl Jam lançou, no começo da semana, seu mais novo álbum, intitulado Gigaton. É o primeiro disco lançado pelo grupo de Seatlle (EUA), desde 2013.

Assim como no anterior, Lightning Bolt, o grupo reveza entre pegadas de rock and roll clássico, algumas vezes punk e canções mais lentas, deixando um pouco de lado as distorções características do grunge. O que não muda é a voz de Eddie Vedder.

O rock and roll do Pearl Jam está claro em canções como Who Ever Said, Superblood Wolfmoon, Never Destination e Take The Long Way. Em Seven O’ Clock, Buclke Up, Retrograde e Rivercross, as distorções abrem espaço para um estilo que marcou a banda em hits como Black e Unthought Known.

Mas a grande atração deste álbum é a canção Dance of the Clairvoyants. Fugindo completamente dos padrões da banda, a música tem claras influências do electrónico com o uso de sintetizadores. Lembra muito alguns hits do pop rock dos anos 80. O resultado da ousadia foi positivo.

OUVIR: Spotify