Dicas bem humoradas para o final de semana

A coluna desta semana traz dicas do que ver, ouvir e ler em bom humor.

21 de Maio de 2020
Dicas bem humoradas para o final de semana

Temperaturas altas, sinais da chegada do verão, desconfinamento, bares e cafés abertos principalmente com suas esplanadas. A coluna desta semana traz dicas do que ver, ouvir e ler em bom humor.

Ver > Brooklyn Nine-Nine

Um dos sucessos da TV americana na década, disponível na plataforma Netflix, é o Brooklyn Nine-Nine, uma sitcom ambientada em um distrito policial de Nova Iorque, com foco nos detetives do grupo.

Na série, o comediante e ator Andy Samberg faz o protagonista Jake Peralta, um inteligentísismo, porém imaturo detetive, que passa a primeira temporada inteira em conflitos com o seu novo chefe, o capitão Raymond Holt (Andre Braugher), um intelectual nada acostumado com as brincadeiras do seu funcionário.

Com episódios curtos e um humor leve, Brooklyn Nine-Nine destaca-se pela inclusão. O comandante é negro e homossexual, o sargento segundo em comando é negro e duas das personagens principais são de origem latina. A homossexualidade do capitão Holt em nenhum momento é motivo de piada.


Ouvir > Offspring – Day Go By

O grupo de hardcore californiano Offspring fez muito sucesso nos anos 90 com hits como Pretty Fly e Why Do’t You Get a Job?, sempre com um hardcore animado, festivo e com algumas pitadas de reggae em algumas de suas canções.

O álbum Days Go By, o último lançado pelo grupo em 2012, traz um início mais denso e pesado, com letras de críticas sociais, algo perceptível em músicas como The Future is Now e Secrets from Underground.

Porém, o disco anima em canções como a românticas Turning Into You em baladas como OC Guns e termina rápido com Slim Pickens Does the Right Thing And Rides The Bomb To Hell, além da balada pop Cruising California, que de tão pop chegou a irritar alguns dos fãs.


Ler > Gregório Duvivier – Put Some Farofa

Ator, poeta, cronista, roteirista e um dos criadores do Porta dos Fundos, o brasileiro Gregório Duvivier já esteve tantas vezes em Portugal a ponto de afirmar que tinha mais público por aqui.

Em 2014, a Companhia das Letras decidiu reunir uma série de crónicas escritas pelo autor no jornal Folha de São Paulo para lançar o livro “Put Some Farofa”. O título remete a uma das crónicas onde Duvivier brinca com a mistura de português e inglês quando os brasileiros recebem estrangeiros, nomeadamente dos Estados Unidos, em seu país.

Duvivier escreve sobre relacionamentos, política, viagens, mas um dos seus passatempos prediletos é falar sobre as relações da sociedade com a internet e as tecnologias, como na crónica “É melhor ter WiFi do que ter razão”.